domingo, 20 de setembro de 2009

Invernáculo

[...]desastre de uma idéia
só o durante dura
aquilo que o dia adiante adia

estranhas formas assume a vida
quando eu como tudo que me convida
e coisa alguma me sacia

formas estranhas assume a fome
quando o dia é desordem
e meu sonho dorme

fome da china fome da índia
fome que ainda não tomou cor
essa fúria que quer seja lá o que flor

(O ex-estranho - Paulo Leminski)

Nenhum comentário: